Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Serendipidade

(inglês serendipity) substantivo feminino 1. A faculdade ou o acto de descobrir coisas agradáveis por acaso. 2. Coisa descoberta por acaso.

Serendipidade

(inglês serendipity) substantivo feminino 1. A faculdade ou o acto de descobrir coisas agradáveis por acaso. 2. Coisa descoberta por acaso.

Um céu "Côderosa"

image.jpeg

Ainda bem que não acredito em Deus. Se acreditasse hoje estaria muito zangada com Ele. Há um mês também teria estado e no ano passado de novo. Aliás, acho que na realidade bastava ouvir/ver as notícias e passaria a minha vida toda zangada com Ele. Talvez por isso não acredite, que um ser dito misericordioso e que prega o perdão e a bondade, deixe que acontecem atrocidades como esta a crianças. Nem os 8 anos de educação católica foram capazes de me explicar isto. Mas voltando à nonô, a pequena Leonor que perdeu a batalha contra o cancro e aos pais. A Leonor e a sua familia, que pelo que sempre acompanhei lutaram com uma coragem enorme para tentarem vencer esta batalha. Se consultarem a sua página do Facebook, podem ver uma menina, com um sorriso enorme que espelha a esperança que sempre teve, umas semanas apenas antes deste final trágico. Sem obviamente a mesma gravidade, e E. tem estado doente, um virusito qualquer que apanhou e que lhe deu alguns febrões. Esta noite, cada vez que chorou, abracei-a com toda a força e adormeci-a nos meus braços e pensei a sorte que tinha de a minha filha estar ali. Esta manhã já recomposta, as birras pareceram irrelevantes. Tudo porque sei que os pais da Leonor dariam tudo para que a sua filha fizesse mais birras ou os acordasse durante a noite. Tudo, porque estes pequenos males, não são nada comparados com a dor de um coração partido pela perda de um filho. Hoje eu, prometi a mim mesma relativizar estes males menores, porque apesar de ser mãe à menos de um ano, a E. é o pedaço maior de mim e só a ideia de a perder desfaz-me o coração e alma. Hoje e só hoje, apesar de não acreditar em Deus, espero que exista lá em cima um céu "Côderosa" para receber a pequena Leonor e que nos outros dias o céu seja das cores do arco-íris para receberem as outras crianças que perdem estas ou outras batalhas pelas suas vidas